logo
Uma agência de marketing 3.0 e Inbound Marketing.

Inbound Marketing

Geração de Leads

Gestão de Mídias Sociais

E-mail Marketing

Análise da Presença Digital

Entre em contato conosco
Gostou dos nossos serviços e ideias? Mande seu e-mail que retornaremos com mais informações.

(17) 99727-5046

marcus@pericoco.com.br

Rua Voluntários de São Paulo, 3169 - Rio Preto

(17) 3305-2048

pericoco@pericoco.com.br

Top

Seminário Caminhos da Felicidade no Riopreto Shopping

Seminário Caminhos da Felicidade

Seminário Caminhos da Felicidade no Riopreto Shopping

Felicidade é um estado de espírito, decisão, uma sensação ou aprendizado? Ou quem sabe um misto de tudo isso… O que traz felicidade pra uns, pode não ter a mínima importância pra outros? Enfim, quais os caminhos da procurada felicidade? Entenda mais sobre essa eterna busca no seminário “Caminhos da felicidade”, no dia 24/06/17, no Riopreto Shopping.

O evento, que acontece das 10h30 às 12h30 no Lounge do Starbucks, é aberto ao público e disponibilizará certificado de participação para quem fizer a inscrição antecipadamente. São 120 lugares disponíveis.

O seminário Caminhos da Felicidade traz quatro palestra:

  • A arte do convívio – com afeto e asserção – com a psicóloga Mara Lúcia Madureira.
  • A importância da realização pessoal e profissional – com a psicóloga Kátia Ricardi de Abreu.
  • Pensando, sentindo e criando uma vida mais feliz – com o psicólogo Alexandre Caprio.
  • Agradeça e crie um fluxo de felicidade – com o neurocirurgião Eduardo Silva.

Os quatro profissionais são autores dos livros que integram a série “Conhecimento que Transforma”, sendo que, na ocasião, os volumes estarão disponíveis para vendas por preços promocionais.

Faça sua Inscrição

Seminário Caminhos da Felicidade

Conheça mais sobre o conteúdo que cada palestrante irá abordar.

“Vou abordar a relação entre trabalho e vida pessoal, envolvendo equilíbrio e bem-estar nas escolhas que fazemos. Como podemos ter uma vida plena, com a sensação de felicidade e realização, atendendo às expectativas internas e sabendo lidar com as pressões externas. Falar sobre a felicidade como processo biológico, o que desencadeia o bem-estar sob o ponto de vista físico (hormônios da felicidade). E também sobre as influências parentais nas decisões, as tendências e modismos que influenciam a busca da pseudofelicidade e como podemos nos construir vencedores nos vários papéis que vivemos na vida. Como utilizar nossas partes moral, racional e emocional para comandar nossas ações com educação emocional pautada no equilíbrio”, ressalta Kátia Abreu.

Para Eduardo Silva “a ideia do tema que irei desenvolver é mostrar que a partir do momento que as pessoas incorporam um sentimento genuíno de gratidão, elas se libertam das preocupações e tensões e se permitem fluir nas ondas da felicidade.”

“Mostrarei como nossos pensamentos nos traem, criando emoções e comportamentos destrutivos e nos levando para a direção oposta da felicidade. Também ilustrarei, com imagens de histórias e filmes, que a felicidade reside em coisas simples, às vezes sem preço e que, justamente por isso, consideramos sem valor”, conta Alexandre Caprio.

Mara Lúcia Madureira explica que “nesse encontro será abordada a importância de se reconhecer os afetos envolvidos nas relações interpessoais, o quanto eles interferem em nossos julgamentos, atitudes e tomadas de decisões e modulam nosso humor. Discutiremos a asserção como forma de expressão clara e objetiva, na qual o interlocutor assume total validade e responsabilidade sobre suas emoções, falas e atitudes de modo definitivo e respeitoso ao: declarar sua opinião, positiva ou negativa, a respeito de algo ou alguém; defender seu ponto de vista; questionar, interrogar, manifestar dúvidas; fazer ou negar pedidos sem se sentir constrangido ou culpado; ordenar ou coordenar alguma ação; manter sua posição de concordância ou discordância; admitir ignorância; incentivar e cobrar resultados; e apontar falhar ou fazer elogios.”

Encontre a Felicidade

Aproveitamos a oportunidade e perguntamos para nossos palestrantes: por que as pessoas parecem ter tanta dificuldade em encontrar a felicidade? Veja o que eles disseram.

“Estar ou ser feliz depende muito mais da compreensão desse conceito, decisão e atitude do que dos fatores externos. A dificuldade de muitas pessoas em encontrar a felicidade reside no fato de buscá-la onde ela decididamente não está, ou pela incapacidade de reconhecê-la”Mara Lúcia Madureira.

“As pessoas têm dificuldade em encontrar a felicidade porque estão sempre seguindo as regras e direções dos outros. A felicidade é uma receita única, singular, moldada de acordo com a nossa personalidade. Trata-se de um conjunto de ações baseadas em nosso entendimento de mundo, aspirações e motivações. Por isso, para sermos felizes, precisamos, antes de tudo, de autoconhecimento e não de manuais escritos por outras pessoas”Alexandre Caprio.

“As pessoas têm dificuldade de encontrá-la porque imaginam que a felicidade se resume em um estado de alegria e prazer. Estado proporcionado na maioria das vezes por situações externas e materiais. Esquecem que felicidade é um estado interno”Eduardo Silva.

“As pessoas têm dificuldade em encontrar a felicidade porque: colocam expectativas em coisas materiais e que envolvem o mundo externo. A realização de seus desejos fica dependendo de outros e de situações que fogem ao seu controle. Ao invés de ‘encontrar’ a felicidade, seria mais adequado dizer ‘sentir’ a felicidade, considerando que esta sensação está no nosso interior, na nossa capacidade de administrar a vida com os recursos que temos; e também porque apresentam déficit de serotonina, oxitocina, dopamina e endorfina. Sentir felicidade envolve a produção das substâncias químicas em nossos neurotransmissores para que possamos ter a sensação de bem-estar. Quando estas substâncias não agem nos nossos neurotransmissores, temos uma sensação de infelicidade, mesmo que a realidade externa atenda nossas expectativas”Kátia Abreu.

soraya@pericoco.com.br

Relações Públicas, jornalista, apaixonada por música, livros, filosofia... pelo Marcus, Giovana, meus gatos e pela Vida!

Nenhum comentário

Escreva um comentário