Propósito, varejo e inovação: como conciliá-los e obter resultado

proposito-varejo-e-inovacao

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Propósito e varejo têm alguma coisa a ver? E não estamos falando do propósito de ganhar dinheiro no varejo, embora isso seja decorrência.

Sim, propósito e varejo fazem muito sentido. Como bem colocou Fred Rocha, especialista em varejo, no palco do Startup Expo, nesta quarta-feira (17/07), no Fórum Ecommerce Brasil 2019.

Foi a palestra do dia que eu mais gostei em termos de conteúdo, aplicabilidade e atualidade, embora tenha assistido mais sete, e gostado muito da apresentação de Paulo Pinto, CEO da La Redoute.

Fred começou argumentando que as habilidades que trouxeram os negócios até aqui, não serão as mesmas habilidades que levarão os negócios para o futuro.

As coisas são pautadas por necessidades e emoções intangíveis, e a cultura é um fator decisivo a ser analisado.

Propósito, varejo e inovação

Então, o primeiro degrau da escada de sua tese de sucesso para o varejo, é a definição clara e objetiva de qual é o seu propósito. O porquê e pra quê a sua empresa existe.

Sua empresa só prospera se o seu propósito realmente for o DNA do seu negócio, e a cultura dela estiver alinhada com os seus colaboradores. As pessoas, segundo degrau em importância.

Os colaborados devem ser estimulados a conhecer seus propósitos e o que isso têm a ver com o local em que trabalham.

A inovação surge disso. Como conciliar seu propósito para impactar positivamente sua comunidade, num ambiente de transformação e informação?

‘A inovação trabalha como um facilitador para seu propósito chegar ao seu cliente’, pontua Fred.

Tecnologia

O próximo item, a tecnologia é um meio. ‘Um meio para levar o seu propósito para mais pessoas’.

Em seguida, Fred ressaltou a importância da comunicação. Da comunicação que de fato consegue passar a sua mensagem, que é inteligível.  ‘Que conta para o seu cliente como você pode ajudá-lo’.

Por fim, encontramos o cliente, que hoje está em todo lugar. Portanto, cada canal que a sua marca tem ou administra deve ser entendido e usado como ‘uma filial, uma loja’.

Assim, conciliar propósito, varejo e  inovação, exige olhar os negócios de uma nova perspectiva.

Para finalizar sua palestra sobre como vender mais e melhor, Fred Rocha pontua que ‘a gente só ganha dinheiro resolvendo os problemas dos outros’.

E podemos ganhar mais dinheiro ainda, ‘resolvendo problemas que as pessoas não sabem que têm’.

Assine nossa Newsletter

Receba novidades

Mais para explorar

Do You Want To Boost Your Business?

drop us a line and keep in touch

Vamos conversar

Saiba como ajudamos mais de 50 empresas a obter sucesso.