fbpx

Conheça as tendências de marketing digital para 2021

tendências-de-marketing-digital-2021

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Todo começo de ano aponta tendências para o que vem por aí. Só que 2021 vai ser um ano atípico. Tudo por causa da pandemia do coronavírus que acelerou as mudanças. A área da tecnologia sentiu ainda mais estes efeitos. Isso porque do dia para a noite nos vimos obrigados a encontrar soluções para superar os desafios, o que também aconteceu com o marketing digital. E se você quiser sair na frente e saber o que vem por aí nessa área, separamos algumas tendências para você ficar de olho. Veja!

Tendências marketing digital 2021

1 – Crescimento do uso da Inteligência Artificial (AI)

Esse ano a IA será mais usada do que nunca. As ferramentas que já conhecemos e usamos como chatbot e atendentes virtuais, por exemplo, serão otimizadas. Outras novas serão criadas através do processo de machine learning que vão tornar a interação com as pessoas ainda mais interessante e ajudar na segmentação das campanhas deixando-as ainda mais assertivas.

2 – Marketing de influência dos micros

Usar micro influenciadores digitais nas campanhas deu muito certo em 2020. Para este ano a tendência é que cada vez mais as empresas utilizem esta estratégia. De acordo com a plataforma especializada no segmento, a Influence.me, os micro influenciadores são mais eficazes para vendas que os famosos. As celebridades com milhões de seguidores, além de serem muito caras, são melhores em awerness, enquanto os micros podem trazer mais retorno com bem menos investimento. Algumas razões para isso são:  os micros trabalham com nichos específicos e têm seguidores fieis que são altamente influenciados e que tomam decisões de compra baseadas neles.

3 – Integração entre e-commerce e redes sociais

Entre as tendências para este ano essa deve ser a mais promissora. Isso porque os clientes são mais propensos a comprar diante de processos simplificados. É agilidade! Imagine que você está no Pinterest e gostou de uma blusa. Basta clicar e pagar ali mesmo. Outra possibilidade é negociar a venda de um veículo pelo WhatsApp. Por exemplo: você acabou de fazer um test drive em uma concessionária. Que tal começar o processo de compra pelo App? Ou tirar todas suas dúvidas sobre o modelo com um atendente? Demais né?

Humanizado

4 – Marketing de nostalgia

O marketing já percebeu o efeito que a memória afetiva tem sobre os consumidores. Você já deve ter visto algum anúncio na TV ou Youtube, por exemplo, com um ator que fez sucesso na década de 80. Ou então um spot com aquela música que fez parte da sua infância. Até as embalagens entraram na onda. Dê uma olhada nas gôndolas do supermercado que você vai encontrar produtos com um toque retrô. Evocar memórias afetivas traz conforto e identifica melhor o produto com o consumidor. Ações com marketing de nostalgia são boas porque custam menos e têm grande impacto no público.

5 – Conteúdos gerados por usuários (UGC)

Não é uma tendência nova, mas vai ser muito utilizada e bem aproveitada em 2021.  Tem alguns pontos em comum com os micro influenciadores. Isso porque as pessoas se identificam mais com “pessoas como ela”, é o famoso “boca a boca”, só que agora virtual. O marketing digital pode se valer desse tipo de conteúdo em suas estratégias para aumentar a conversão.  Exemplos de UGC incluem reviews online, posts nas redes sociais, blog posts, vídeos e até podcasts.

6 – Marketing humanizado

É outra tendência que já estava presente e que tende a aumentar. Isso porque a pandemia do coronavírus mexeu com o emocional das pessoas deixando-as mais sensíveis. As marcas com propósito e valores relevantes e que souberem se conectar com pessoas terão mais sucesso. Esta humanização também está ligada à preocupação das marcas com causas sociais e preservação do planeta. Mas atenção! O consumidor não deve ser subestimado. Esta preocupação tem que ser autêntica, as pessoas não gostam de ser enganadas.

Outras tendências

– Aposta na qualidade e não na quantidade;

– Foco em análise de dados;

– Uso do Tik Tok e Reels;

– Lives;

– Interação com o consumidor;

– Uso do Google Meu Negócio

– Pesquisa por voz

– Uso do trabalho freelancer

– Trabalho remoto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa Newsletter

Receba novidades

Mais para explorar

Deseja impulsionar o seu negócio?

Fale com a Pericoco

Vamos conversar

Saiba como ajudamos mais de 50 empresas a obter sucesso.