fbpx

Confira 5 dicas para ter sucesso nas vendas online

vendas-online

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Em plena transformação digital, acelerada pela pandemia do COVID-19, praticamente todas as empresas e profissionais já migraram para a internet. Mas são várias as possibilidades de vendas online nos diversos canais existentes, desde ferramentas simples e amplamente utilizadas, como o WhatsApp, até geração de leads através de campanhas, implementação de Inside Sales e integrações.

A escolha da estratégia depende desde fatores financeiros, como investimentos em ferramentas e campanhas, a escolha dos canais que fazem sentido para o seu público alvo.

Outro fator muito importante para o sucesso das vendas online está relacionado a utilização das ferramentas. Nem sempre a própria pessoa, ou empresa, consegue gerenciar os canais e administrar suas funcionalidades. Por isso, tenha sempre em mente que para que sua estratégia de marketing digital tenha sucesso, é preciso lidar com a realidade, considerando todos os fatores, sem expectativas exageradas e ilusórias.

Confira 5 dicas de vendas online

Confira abaixo cinco dicas sobre vendas online e estratégias do Growth Hacker da agência Pericoco, Marcus Barboza.

Estar presente no digital

Vamos imaginar que você tem um negócio, mas que você não tem site e que não está nas mídias sociais. Então você precisa pelo menos ter hoje um WhatsApp Business e um Google Meu Negócio.
São duas coisas que você não precisa contratar ninguém para fazer e não custa nada.

O Google Meu Negócio é bem simples, você mesmo pode procurar, fazer um cadastro rápido e aí localmente, dentro da sua cidade, quando alguém pesquisar o seu negócio ou a sua empresa ou o segmento da sua empresa, você vai estar aparecendo ali na primeira página do Google.

Não esqueça de divulgar neste canal seu WhatsApp e todas suas mídias sociais.

Gerar leads e usar um CRM

Essa dica é bem focada para o segmento que tem vendas e vendedor. É claro que todo o produto precisa ser vendido de alguma forma. E pode ter a certeza, tudo dá para vender pela internet!

Se você tem um buffet, por exemplo, e está falindo, não tá conseguindo fazer festa, você pode vender bolo, salgadinho e até marmita pela internet. Neste caso, nem é tanto a questão de internet (canal), é mais uma questão de reinventar o negócio mesmo!

Com o serviço é a mesma coisa, eu consigo gerar lead. Se eu sou um advogado e preciso vender o meu serviço, tenho que fazer campanhas onde eu me mostre, me apresente e aí as três últimas dicas ajudam muito, principalmente em serviço.

A diferença entre o marketing digital e o marketing tradicional é isso! Hoje você consegue fazer impulsionamentos com R$10, R$15 e R$20, não estamos falando de investimentos muito altos.

Talvez você tenha dificuldade de se organizar para isso, e não tenha conhecimento técnico. Neste caso você tem duas possibilidades: ou aprende, são inúmeras as opções de cursos e tutoriais e conteúdos disponíveis, ou vai precisar contratar alguém ou uma empresa especializada.

De qualquer forma, tenha certeza que existem várias possibilidades e é nesse momento, que a gente tem dificuldade de encontrar o cliente, que o marketing ajuda muito.

CRM – Customer Relationship Management

A palavra do momento hoje em vendas e em marketing digital é CRM. Parece que é uma coisa novíssima, mas é mais antigo que que andar para trás.

Com um CRM um vendedor consegue atender uma carteira baseada num histórico pequeno. Hoje uma pessoa com uma planilha ou até mesmo como um caderno, consegue atender 50, 60 pessoas.

Quando falamos em marketing digital, estamos falando de 2 mil, 5 mil, 10 mil, 20mil e 50 mil leads! Como que você organiza isso? Como fazer uma cadência e controlar esses leads dentro de uma jornada de compra, sabendo que todo mundo que vai efetuar uma comprar uma necessidade e uma dor?

Até porquê precisamos segurar a ansiedade. Necessidade em muitos casos não significa que essa pessoa vai comprar hoje. A gente é imediatista, tem essa ideia de que a pessoa vai entrar em contato e que a gente vai vender de prima. E não!

O digital tem mostrado que quando você capta o lead e atender o cliente mais rápido possível, nem sempre é garantia de venda imediata. Você tem que seguir essa pessoa por mais tempo, e tem que ter ferramentas para isso.  Então um CRM é fundamental!

Campanhas de Google

Hoje, no marketing digital, existem duas formas de falar com o seu público.  De forma orgânica: você tem um site, divulga esse site e a pessoa acessa seu site pesquisando o seu negócio. Nesse caso você pode estar bem posicionado ou não, mas de uma forma ou de outra a pessoa consegue te achar.

Você vai conseguir fazer isso comprando palavras-chave no Google, ou seja, compra determinada palavra que tem relevância para o seu produto ou negócio, e isso leva pessoas até você.

Falar de marketing digital, ou marketing, é lembrar que precisamos comunicar para alguém ou para um grupo de pessoas alguma coisa, serviço ou produto no meio digital. Se não estamos falando de usar canais online,  estamos no marketing tradicional, que é outdoor, revista, jornal, televisão, entre outros.  Agora, se o meio é digital é marketing digital, essa essa é a diferença.

Usar as mídias sociais de forma correta

O erro nas mídias sociais é acreditar que fazer mídia social é para empresa vender ou para ter algum retorno financeiro. Por exemplo, você fica postando, fica curtindo e acredita que com isso terá resultados relevantes, ou vendas online.

Neste quesito é importante salientarmos que, quando se usa mídia social de uma forma pessoal, você faz aquilo que você gosta;  agora, quando a mídia social para é para um negócio é imprescindível pensar no seu usuário! Geralmente o gosto do seu cliente ou do seu usuário nunca é o seu!

É um erro que existe no uso de mídias sociais para empresas. Geralmente as pessoas acabam deixando a ansiedade passar um pouquinho do limite e acham que estão no controle! Foca em analisar sua persona e a melhor forma de criar conteúdos impactantes para esse público.

Também é preciso ressaltar que, organicamente, sem impulsionar (patrocinar) os posts a sua audiência é bem limitada. Você poderá alcançar de 4 a 10% da quantidade de seguidores ou curtidores (no caso do Facebook e do Instagram), dependendo do segmento, conteúdos, interação e constância, do trabalho que realiza.

Criação de conteúdo

O marketing digital costuma ser muito incisivo com o cliente, mas as pessoas não estão nos canais online para comprar produtos e serviços. Ninguém entra no Facebook para comprar alguma coisa. Já no Google, é possível ser mais assertivo.

As pessoas estão conectadas para consumir algum produto, entretenimento ou fazer relacionamento. Então criar conteúdos atraentes é muito importante! É preciso entender a dor e o desejo do seu cliente, da pessoa que pode te contratar ou comprar o seu produto, e falar com ela de uma forma efetiva.

Não é aquela coisa do tipo “eu vou te dar 5 dicas e agora você me contrata”. Tem que criar um relacionamento,  dar uma consultoria e/ou informações relevantes, ou disponibilizar  um bom e-book, talvez.

No caso das campanhas de Google ou das mídias sociais, o retorno está muito atrelado ao investimento. No caso do conteúdo é preciso investir em pessoas para criar ou contratar uma empresa especializada.

Com base em estreitar relacionamentos, o conteúdo está muito atrelado a resolver um problema de alguém. Se você consegue, ela te segue ou procura novamente.

Inbound Marketing

A principal metodologia utilizada na agência Pericoco hoje é Inbound Marketing, através da qual pensamos formas de resolver o problema de determinado público.

Quando a pessoa procura por determina solução ou informação, e você consegue ter esse conteúdo e ser encontrado, você é indicado.

Mas o marketing digital não dá retorno rápido. São vários fatores a ser considerados: criar relevância, ter tráfego, gerar valor, conquistar audiência e ter seguidores. Isso leva o tempo, não é de um dia para o outro, é uma construção.

Não estamos falando de gastar muito dinheiro, e sim de fazer coisas simples e criativas, e de investimentos baixos, a curto prazo, e constantes.

Hoje, com a pandemia, as empresas que se prepararam, estão sentindo muito menos o problema, e muitas, crescendo e/ou reinventando seu modelo de negócio e mudando o foco.

A dica, além de estar presente no digital de uma forma organizada, é não sair fazendo qualquer coisa e achando que vai ter sucesso facilmente. Pés no chão, boas ideias e capacidade de execução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa Newsletter

Receba novidades

Mais para explorar

e-Books

e-Book 20 Otimizações em Facebook Ads

Melhorando suas campanhas no Facebook Neste eBook, focado principalmente no Facebook Ads, traremos algumas dicas intermediárias e avançadas para você criar suas campanhas (ou otimizar

e-Books

e-Book Introdução ao Marketing no Facebook

Explorando novos caminhos digitais No mundo do marketing e dos negócios, existe uma metodologia revolucionária que exemplifica um pouco dessa tendência de transmutação. Ela se

Deseja impulsionar o seu negócio?

Fale com a Pericoco

Vamos conversar

Saiba como ajudamos mais de 50 empresas a obter sucesso.